quarta-feira, 30 de junho de 2010

PORTUGAL 0 - ESPANHA 1 - SEIS ANOS DEPOIS, O MANELITO TIROU O SOL AOS ESPANHÓIS!

A PERGUNTA
Manolito tem cinco anos. É andaluz de nascimento e espanhol por nacionalidade, explicou-lhe o pai, deixando para mais tarde a demonstração da diferença. Veio a Lisboa para a festa. (…).
A Espanha ia ganhar, tinha a certeza. (…) Aliás, Manolito não disse à mãe que ia ver o jogo, disse que ia ver a Espanha ganhar. Se não fosse para ganhar, o pai certamente não o teria trazido. Festa era isso, ganhar e festejar a vitória. (…)
Mas a Espanha perdeu.
Manolito ficou triste, quando a multidão de portugueses celebrou num vendaval de emoções a vitória da sua selecção. Manolito olhou o pai, queria perguntar-lhe por que razão a Espanha não tinha ganho (…), mas não perguntava nada, porque o pai estava calado e muito triste.
Andaram em silêncio, por entre a festa dos portugueses, até que Manolito perguntou:
- Pai, foi Portugal que ganhou?
- Foi, Manolito. Portugal ganhou.
- E ganhou tudo?
- Nunca ninguém ganha tudo. Nunca ninguém perde tudo…
- E Portugal o que perde?
- Vai perder o sol. Vamos levar-lhes o sol…
No dia seguinte, quando Manolito se levantou, manhã cedo, e olhou pela janela, o dia, em Lisboa, estava de um cinzento de chumbo.
«Pai, é verdade, nós tirámos-lhes o sol. Afinal eles também perderam» - disse Manolito. O pai sorriu.
- Não te tinha dito que nunca ninguém pode ganhar tudo?
Manolito, lembrava-se, sim. Por isso demorou mais a pergunta:
- Pai, e porque é que eu não deixo de ficar triste?

Vítor Serpa, A BOLA (22/06/2004)

domingo, 27 de junho de 2010

MADEIRA - AS FÉRIAS PODEM TER UMA VERTENTE CULTURAL E SOLIDÁRIA


Numa Iniciativa que se saúda, a Associação dos Amigos da Arte Inclusiva organiza, no Funchal, entre 26 e 31 de Julho, o 1.º Encontro Inclusivo de Dança.
Do vasto Programa, constituído por Depoimentos, Conferências, Mesas Redondas, destacamos estes dois Workshops:

       ROSÂNGELA BERNABÉ E RENATA CARVALHO
29 de Julho – 18 às 22h - Workshop 3 – “Dinâmicas de Expressão”
Ginásio de São Martinho 
Rosângela Bernabé, investindo muito no Ensino de dança para deficientes físicos, é professora de Educação Física, Pós-graduada em Dança e Mestre em Educação Física, Adaptação e Saúde.
             Renata Carvalho é psicóloga e foi a primeira Bailarina em cadeira de rodas do Brasil. 

CARLA VENDRAMIN
30 de Julho – 14 às 18h - Workshop 4 – “Sincronicidade e              Conectividade - Corpo / Espaço / Corpo”
Centro das Artes Casa das Mudas
Fisioterapeuta de formação, mestre em coreografia e com o curso de dança comunitária, Carla Vendramin é professora do programa Step into Dance do Royal Academy of Dance, onde ministra aulas de dança na escola West Lea para crianças com necessidades educativas especiais. Desde 2009 vem desenvolvendo um extenso trabalho no centro Markhouse, envolvendo pessoas com diferentes tipos de deficiência.
(Para mais informação consultar http://www.aaaidd.com/)
 


SABERES ACADÉMICOS vs OUTROS SABERES


Um Estudo da Universidade de Duke, Estados Unidos, constatou que o desempenho dos Alunos internautas, em provas de Matemática e Leitura,  é menor do que o dos que não tem acesso ao computador em casa.


A pesquisa, coordenada pelos professores Jacob Vigdor and Helen Ladd, decorreu entre 2000 e 2005 e analisou um questionário sobre o uso de computadores, aplicado juntamente com os resultados de final de ano, em mais de 150 mil alunos, do Estado da Carolina do Norte.


Com os dados recolhidos, foi possível fazer comparações entre os diversos perfis de estudantes, possuidores ou não de computador. O estudo concluiu que os resultados escolares, em Matemática e Leitura, decrescem, à medida que o computador e a internet banda-larga chegaram às casas dos Alunos.

(Informação recolhida de http://revistagalileu.globo.com/, com adaptações)

sábado, 26 de junho de 2010

SEPARADOS PELO OCEANO, LIGADOS PELA SOLIDARIEDADE!


A Câmara Municipal de Feira de Santana (Brasil) aprovou, na sessão legislativa de quarta-feira (23), um projecto de lei que prevê o cumprimento de obrigações por parte de empresas locais para viabilizar a acessibilidade de pessoas portadoras de deficiências físicas. Pelo projecto, aprovado por unanimidade, hotéis, motéis e similares localizados em Feira de Santana, com capacidade igual ou superior a 20 quartos, devem oferecer vagas específicas para clientes que sejam portadores de deficiências físicas ou que tenham mobilidade reduzida.
De acordo com a proposta, as empresas devem adequar a sua estrutura para receber esses clientes. Diz o artigo 2.º do projecto: “os hotéis e motéis devem oferecer condições estruturais e equipamentos que garantam o acesso destes consumidores, devendo oferecer construção de rampas de acesso; alargamento de portas e passagens; adaptação de sanitários; sinalização visual, tátil e sonora; eliminação de obstáculos e de barreiras de comunicação.
As empresas enquadradas na lei, dentro de 1 ano, devem disponibilizar 10% de suas acomodações para os clientes portadores de deficiências físicas ou que tenham mobilidade reduzida. Hotéis e motéis que ofereçam acomodações diferenciadas- suites e quartos simples – devem obedecer à percentagem exigida na lei.


 Cento e trinta cidadãos portadores de deficiência – crianças e adultos com deficiências motoras ou mentais - tiveram hoje, em Coimbra, o seu baptismo de voo, numa iniciativa que os  'Chevaliers du Ciel' realizam pela segunda vez em Portugal.

quinta-feira, 24 de junho de 2010

BELÍSSIMA INICIATIVA! BRAVO!


O Santuário de Fátima propõe-se a, também no Verão de 2010, voltar a promover e a custear mais uma edição, a quinta, das “Férias para mães de pessoas com deficiência”, uma iniciativa aberta às mães de pessoas com deficiência que cuidam dos seus filhos em casa.
Preside a esta acção solidária o propósito de proporcionar férias às mães de pessoas com deficiência que cuidam dos seus filhos em casa. As mães podem entregar os seus filhos ao comprometimento do Santuário de Fátima e dedicar-se por uns dias a elas próprias e aos seus outros familiares, ou decidir-se a acompanhar os seus filhos neste período em Fátima.
Um grupo de voluntários – também se aceitam inscrições para este voluntariado - tomará a seu cargo os cuidados de alimentação, higiene e dinamização das actividades de recreio propostas às crianças e jovens deficientes.
As Férias decorrerão em três períodos distintos:
1.º Para deficientes com mais de 7 e até aos 20 anos de idade: de 9 a 15 de Agosto.
2.º e 3.º - Para pessoas com deficiência entre 21 e 40 anos de idade: entre 18 e 24 de Agosto ou entre 27 de Agosto a 2 de Setembro.
A proposta de inscrição para participação nas Férias e a proposta de serviço de voluntariado são disponibilizadas pelo Movimento da Mensagem de Fátima, com sede no Santuário de Fátima, e também se encontram disponíveis on line em www.fatima.pt.


terça-feira, 22 de junho de 2010

PORTUGAL - BRASIL. NO JOGO DA INCLUSÃO, REGISTA-SE UM EMPATE


NO BRASIL
 Tendo em vista sensibilizar empresários, gestores e colaboradores de indústrias, o Projecto “Vendo além dos olhos” tem como objectivo sensibilizar os participantes acerca da inclusão dos portadores de deficiência no mercado de trabalho e na sociedade como um todo.
Estima-se que participem neste evento 450 pessoas que assistirão à palestra “Quebra de paradigmas na inclusão de pessoas com deficiência”, onde será tratada a inserção destas pessoas no mercado de trabalho.
 Esta iniciativa, que decorre entre hoje e Quinta-Feira, pretende simular situações quotidianas e mostrar aos participantes, na prática, experiências vividas por pessoas cegas.  
Entre as actividades estão montar uma mesa de jantar e criar embalagens para presentes, tudo com os olhos vendados. Ainda é possível viver situações em que é preciso identificar objectos através do tacto ou reconhecer alimentos apenas sentindo o cheiro.

EM PORTUGAL
O Secretário de Estado da Segurança Social, Pedro Marques, presidiu hoje, no Salão Nobre do Governo Civil do Distrito de Setúbal, à cerimónia de assinatura dos termos de aceitação das quatro candidaturas aprovadas no Distrito de Setúbal no âmbito do Programa Operacional de Potencial Humano (POPH).
Falando das candidaturas, Pedro Marques destacou, ainda, outra componente importante: a criação de valências residenciais para pessoas com deficiência, nomeadamente valências de residência autónoma e lares residenciais.·
“São valências das quais o País estava muito carenciado. Tínhamos desenvolvido, no passado, uma rede de Centros de Actividades Ocupacionais, com uma razoável cobertura pelo País, mas as componentes de apoio residencial estavam muito limitadas.

“É uma valência que está muito desenvolvida no apoio aos idosos, mas que está pouco desenvolvida no apoio às pessoas com deficiência e acreditamos que tem um potencial enorme, de melhoria da situação das famílias portuguesas, em particular as que têm no seu seio alguma pessoa com deficiência”

http://www.rostos.pt/





domingo, 20 de junho de 2010

NESTE MUNDIAL, SEJA O MELHOR MARCADOR



1 Goal: Education for All (1 Golo: Educação para Todos).

Inspirada na paixão pelo futebol que atrairá milhões de olhares para a Copa do Mundo 2010, na África do Sul, a ideia da iniciativa 1 GOLO: Educação para Todos é atrair a atenção internacional para a necessidade de uma educação de qualidade em todos os países. É uma parceria entre a CGE (Campanha Global pela Educação) e a FIFA (Federação Internacional de Futebol) para divulgar mensagens no sentido de pressionar governos de todo o mundo a cumprirem as metas do Tratado Educação para Todos, garantindo que todas as crianças do planeta tenham acesso à educação de qualidade até 2015. O Tratado Educação para Todos é um compromisso internacional, assumido por 166 países e constituído por seis metas, no qual os líderes mundiais se comprometeram a garantir educação pública de qualidade para todas as crianças, jovens e adultos até 2015.

As metas do Educação para Todos são:
1.Expandir e aprimorar a educação e os cuidados com a primeira infância, especialmente para as crianças mais vulneráveis e desfavorecidas.

2.Garantir que, em 2015, todas as crianças, especialmente meninas, crianças em situações de vulnerabilidade e pertencentes a minorias étnicas, tenham acesso a uma educação primária de boa qualidade, gratuita e obrigatória, além da oportunidade de completá-la de maneira satisfatória.

3.Assegurar que as necessidades de aprendizagem de todos os jovens e adultos sejam satisfeitas mediante o acesso equitativo à aprendizagem apropriada e a programas de capacitação para a vida.

4.Atingir, em 2015, 50% de melhoria nos níveis de alfabetização de adultos, especialmente para as mulheres, e igualdade de acesso à educação fundamental e permanente para todos os adultos.

5.Eliminar as disparidades existentes entre os géneros na educação básica e secundária e, até 2015, atingir a igualdade de géneros na educação, concentrando esforços para garantir que as meninas tenham pleno acesso, em igualdade de condições, à educação fundamental de boa qualidade e que consigam completá-la.

6.Melhorar todos os aspectos da qualidade da educação e assegurar a excelência de todos, de modo que resultados de aprendizagem reconhecidos e mensuráveis sejam alcançados por todos, especialmente em termos de alfabetização, cálculo e habilidades essenciais para a vida.
 
Pode parecer uma utopia, mas é uma iniciativa maravilhosa; afinal, a educação é a base de tudo. Para entrar na equipa 1 Goal: Education for All  basta clicar aqui: 1Gol


(Retirado do Blogue acima referido, agradecendo. Foram introduzidas pequenas adequações no texto)

PROPOSTA DE PROJECTO DE VIDA (3-2-1)


TRÊS DIAS PARA LER A OBRA





DUAS HORAS PARA VER O FILME



UMA VIDA PARA MEDITAR

quinta-feira, 17 de junho de 2010

UM PEDIATRA TAMBÉM PODE TER UM DIA MAU? UM DIA TAMBÉM PODE TER UM PEDIATRA MAU?


O neuropediatra José Salomão Schwartzmann criticou a exigência de que as crianças autistas sejam educadas em escolas regulares. Para ele, a adaptação às escolas comuns depende de cada criança. “Se o indivíduo tiver rendimento na escola regular, tudo bem. Mas exigir isso de todos é um desserviço à pessoa, que vai ser marginalizada ao invés de se socializar”, disse o médico, que condenou o encerramento das escolas especiais.

PARABÉNS, TERESA! O TEU GESTO BONITO VAI TORNAR A VIDA MAIS AZUL!!


Uma jovem aluna da Escola Secundária Jaime Moniz - Teresa Araújo - recebeu da Fundação Social Democrata um prémio pelo seu bom desempenho académico e decidiu utilizar parte da verba auferida na aquisição de uma ajuda técnica (andarilho dinâmico) para um menino de dois anos com necessidades educativas especiais, que frequenta o Infantário o Búzio situado na Água de Pena em Machico.
(http://www.dnoticias.pt/actualidade/madeira/214523-entrega-de-ajuda-tecnica-a-um-aluno-com-necessidades-especiais)

quarta-feira, 16 de junho de 2010

DO BRASIL, NÃO VEM SÓ FUTEBOL!

Consciente das dificuldades enfrentadas pelas pessoas portadoras de deficiência auditiva e/ou visual, especialmente os mais carenciados, o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) vai promover, entre hoje e sexta-feira, em Brasília, o Seminário Nacional de Educação Alimentar e Nutricional, cujos principais objectivos são:
• Elaborar uma estratégia de educação alimentar e nutricional correcta;
• Fortalecer a autonomia e o respeito pelas preferências e necessidades alimentares individuais;
• Trocar experiências e construir estratégias de segurança alimentar e nutricional;
• Propor um protocolo de intenções entre as instituições presentes para intercâmbio de conhecimentos e práticas para possíveis acções conjuntas;
• Propor políticas públicas e construção de instrumentos metodológicos de segurança alimentar e nutricional e de educação alimentar.
• Garantir a esse público o direito à saúde, assistência, protecção e integração social.

(http://www.agorams.com.br/index.php?ver=ler&id=175076)

terça-feira, 15 de junho de 2010

CONSELHO NACIONAL de EDUCAÇÃO RECEBE A FENPROF


A Federação Nacional dos Professores (FENPROF) apresentou  hoje no Conselho Nacional de Educação as suas preocupações sobre os seguintes assuntos que constituem as principais “preocupações actuais” dos Professores:

  • Reorganização da rede escolar - O encerramento  de escolas básicas com menos de 21 alunos  e a reconstituição de agrupamentos de escolas que incluam todos os níveis de ensino, do pré-escolar ao secundário, podendo “atingir os três mil alunos”, “não faz sentido e cria unidades de gestão dificilmente dirigíveis”;
  • Concursos de Professores – o Sindicato vai apresentar recurso da decisão do Tribunal Administrativo e Fiscal de Beja tendo em vista obter a “reforma da sentença”, um instrumento jurídico que, “perante a elaboração de um acórdão com base em factos não verdadeiros, permite que seja feita uma reavaliação da sentença”.
  • ·         Educação Especial – Contestou-se a nova legislação que “afastou do apoio das Necessidades Educativas Especiais (NEE) mais de 20 mil alunos”, uma vez que apenas beneficiam de Educação Especial  alunos portadores de deficiências ou doenças.
  •  A violência e a indisciplina – Foi chamada a atenção para a 'inoperância' do Ministério da Educação, no sentido de minorar estes problemas, sugerindo-se que “O estatuto do aluno deveria conter medidas para controlar a indisciplina e deveria ser promovido o reforço da autonomia do professor”.
(Agência Lusa. texto adaptado)

TORGA, MAIO de 1987 - POR QUE É QUE ME LEMBREI DISTO HOJE?


Portugal suspenso dum jogo de futebol. É o máximo a que pode chegar a tensão nacional. Medularmente desinteressados do nosso destino colectivo, só atentos a um egoísta quotidiano pessoal, satisfazemos as obrigações gregárias de sonho e acção apaixonando-nos momentaneamente por um mero resultado desportivo. Como não nos é possível esquecer inteiramente que fazemos parte de uma comunidade, e que a nossa justificação também depende do que ela for e fizer, sofismamos os seus valores. Amanhã, se ganharmos hoje, toda a mediocridade nacional, que obscuramente nos mortifica, estará redimida. Seremos os melhores do mundo por alguns dias.
(Diário, Publicações Dom Quixote)

TORGA, JUNHO de 1973 - UMA VISÃO DE ÁFRICA

EMBONDEIRO

Por mais que mude a luz
De cada panorama,
O teu vulto persiste
Em ser a imagem triste
Da tristeza africana.

(Diário, Publicações D. Quixote)

segunda-feira, 14 de junho de 2010

A INCLUSÃO AGRADECE



O Uni-Signal ou Universal Sign Light é um projecto de designers sul-coreanos que visa proporcionar uma leitura mais segura dos semáforos de trânsito para portadores de qualquer tipo de deficiência visual, nomeadamente, daltonismo ou acromatopsia. O projecto é simples: modificar os formatos de cada uma das luzes para identificar mais facilmente a função de cada uma delas.


No projecto, a luz vermelha teria a forma de triângulo, a amarela, continuaria redonda e a verde, de passagem livre, seria quadrada.

(sintetizado  de http://www.deficientesemacao.com)